2

Impressão de provas em braille poderá ser obrigatória


A Câmara dos Deputados analisa projeto de lei que, se aprovado, tornará obrigatória a impressão em braille das provas de concursos públicos para candidatos com deficiência visual. O PL 2097/11 foi redigido pelo deputado Luís Tibé (PTdoB-MG) e o texto visa garantir a obrigatoriedade nas seleções de órgãos e entidades da administração pública federal direta e indireta, do Tribunal de Contas da União (TCU), do Judiciário, da Câmara e do Senado e do Ministério Público da União. Para o autor, a proposta é justificada pelo fato de não haver um dispositivo legal que garanta a impressão das provas em braille. No Projeto, Tibé escreve que deseja “evitar que a adoção de providência fique subordinada à boa vontade de administradores públicos”. (A Tarde)

2 comentários:

Rosangela Lucineia Scheuer Vali disse...

Oi Rose!
Feliz 2012 para vc e toda sua família.
Gostei desta postagem...até que enfim um movimento que pensa em todos...digo, no momento nos deficientes visuais.
Fico muito intrigada com essas provas em geral, nas escolas, nos concursos.
Ninguém pensa em adapta-las em todos os níveis.
Desde deficiências e dificuldades em aprendizagem.
Todas são padrões...como se funcionássemos igualmente.
Escolas que querem obter altos índices de aprovação, retirando das salas os alunos deficientes e com baixo rendimento para não aparecerem nas estatísticas.
Quanta indignação! Fico horrorizada!
Nossos superiores educacionais deveriam analisar e criar outras formas de avaliar a educação brasileira. Só pensam em provas...provas...que na verdade, não avalia a nossa educação em sua totalidade.O que vc sabe e pensa a respeito?
Um abraço, Rosangela

Rosangela Lucineia Scheuer Vali disse...

Retificando: Adaptá-las.

Amiga...comentando mais...sua bonequinha de verão tá o máximo...me encantei.

Postar um comentário