0

Acontece nesta quinta feira Segunda Caminhada da Pessoa com Deficiência de Santo Antônio de Jesus .




Acontece nesta quinta feira ( 29 ) em Santo Antônio de Jesus, através da Escola Lions Clube e Associação dos Deficientes Visuais, com o apoio do CRAS-SAJ de Santo Antônio de Jesus, a partir das 8hs da manhã, a segunda edição da Caminhada da Pessoa com Deficiência de Santo Antônio de Jesus.

A concentração para saída da caminhada acontecerá na Escola Lions Clube, localizada ao lado da agência do INSS.  Os manifestantes deverão seguir até a praça Renato Machado, para onde estão programadas atividades especiais, destacando uma apresentação de deficientes que estão participando de um curso de massoterapia promovido pela Escola Lions Clube. O objetivo do evento é o de chamar a atenção da comunidade para a necessidade de inclusão do deficiente na sociedade.

Maiores informações podem ser obtidas através do telefone : ( 75 ) 3632-3423
http://www.blogdovalente.com.br/
0

Adaptadores Especiais para Material Escolar.

Estou postando aqui algumas dicas fáceis para você adaptar o material escolar para seus alunos especiais, quase todas usando sucata!

Vejam só este adaptador de lápis feito com arame maleável, encontrado em lojas de material de construção.
Tesoura adaptada com arame revestido exige o movimento de fechar a mão.
Podemos confeccionar engrossadores de lápis, pincéis, giz de cera, rolo para pintura e tubo de cola colorida, utilizando espuma de piscina, EVA grosso ou várias camadas de EVA fino.
Durante a escrita ou desenho é comum quebrar a ponta do lápis. Suporte para apontador em madeira, para facilitar na hora de apontar o lápis.
Mais um engrossador de Lápis, feito com bombinha de sugar leite materno, encontrada em farmácias.
Beijos!!!!!!!!!!!!!!!!

Créditos: Terapia Ocupacional
0

Quais são os sintomas de TDAH?

O TDAH se caracteriza por uma combinação de dois tipos de sintomas:



1) Desatenção



2) Hiperatividade-impulsividade




O TDAH na infância em geral se associa a dificuldades na escola e no relacionamento com demais crianças, pais e professores.


As crianças são tidas como "avoadas", "vivendo no mundo da lua" e geralmente "estabanadas" e com "bicho carpinteiro" ou “ligados por um motor” (isto é, não param quietas por muito tempo).

Os meninos tendem a ter mais sintomas de hiperatividade e impulsividade que as meninas, mas todos são desatentos. Crianças e adolescentes com TDAH podem apresentar mais problemas de comportamento, como por exemplo, dificuldades com regras e limites.


Em adultos, ocorrem problemas de desatenção para coisas do cotidiano e do trabalho, bem como com a memória (são muito esquecidos).


São inquietos (parece que só relaxam dormindo), vivem mudando de uma coisa para outra e também são impulsivos ("colocam os carros na frente dos bois").


Eles têm dificuldade em avaliar seu próprio comportamento e quanto isto afeta os demais à sua volta.

São freqüentemente considerados “egoístas”. Eles têm uma grande freqüência de outros problemas associados, tais como o uso de drogas e álcool, ansiedade e depressão.

Colaboração - Associação Brasileira de Défict de Atenção - ABDA
0

Hiperatividade

TDAH - O que é o TDAH?

O Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH) é um transtorno neurobiológico, de causas genéticas, que aparece na infância e freqüentemente acompanha o indivíduo por toda a sua vida. Ele se caracteriza por sintomas de desatenção, inquietude e impulsividade. Ele é chamado às vezes de DDA (Distúrbio do Déficit de Atenção). Em inglês, também é chamado de ADD, ADHD ou de AD/HD.

Existe mesmo o TDAH?


Ele é reconhecido oficialmente por vários países e pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Em alguns países, como nos Estados Unidos, portadores de TDAH são protegidos pela lei quanto a receberem tratamento diferenciado na escola.


Não existe controvérsia sobre a existência do TDAH?

Não, nenhuma. Existe inclusive um Consenso Internacional publicado pelos mais renomados médicos e psicólogos de todo o mundo a este respeito. Consenso é uma publicação científica realizada após extensos debates entre pesquisadores de todo o mundo, incluindo aqueles que não pertencem a um mesmo grupo ou instituição e não compartilham necessariamente as mesmas idéias sobre todos os aspectos de um transtorno.

Por que algumas pessoas insistem que o TDAH não existe?
Pelas mais variadas razões, desde inocência e falta de formação científica até mesmo má-fé. Alguns chegam a afirmar que “o TDAH não existe”, é uma “invenção” médica ou da indústria farmacêutica, para terem lucros com o tratamento.

No primeiro caso se incluem todos aqueles profissionais que nunca publicaram qualquer pesquisa demonstrando o que eles afirmam categoricamente e não fazem parte de nenhum grupo científico. Quando questionados, falam em “experiência pessoal” ou então relatam casos que somente eles conhecem porque nunca foram publicados em revistas especializadas.

Muitos escrevem livros ou têm sítios na Internet, mas nunca apresentaram seus “resultados” em congressos ou publicaram em revistas científicas, para que os demais possam julgar a veracidade do que dizem.

Os segundos são aqueles que pretendem “vender” alguma forma de tratamento diferente daquilo que é atualmente preconizado, alegando que somente eles podem tratar de modo correto. Tanto os primeiros quanto os segundos afirmam que o tratamento do TDAH com medicamentos causa conseqüências terríveis.

Quando a literatura científica é pesquisada, nada daquilo que eles afirmam é encontrado em qualquer pesquisa em qualquer país do mundo. Esta é a principal característica destes indivíduos: apesar de terem uma “aparência” de cientistas ou pesquisadores, jamais publicaram nada que comprovasse o que dizem.

O TDAH é comum?
Ele é o transtorno mais comum em crianças e adolescentes encaminhados para serviços especializados. Ele ocorre em 3 a 5% das crianças, em várias regiões diferentes do mundo em que já foi pesquisado. Em mais da metade dos casos o transtorno acompanha o indivíduo na vida adulta, embora os sintomas de inquietude sejam mais brandos.

Colaboração - Associação Brasileira de Défict de Atenção - ABD
Fonte:http://criancahiperativa.blogspot.com/search/label/TDAH%20-%20O%20que%20%C3%A9%20o%20TDAH%3F
0
Nós temos um grande desafio que é educar nossas crianças, principalmente quando se trata de crianças especiais. Temos um grande papel a cumprir.
E essa mensagem certamente é para todos(as) nós.
Vale apena ler.......

Ser Professor



Ser Professor é...

Ser professor é professar a fé e a certeza de que tudo terá valido a pena se o aluno sentir – se feliz pelo que aprendeu com você e pelo que lhe ensinou...
Ser professor é consumir horas e horas pensando em cada detalhe daquela aula que, mesmo ocorrendo todos os dias, a cada dia é única e original...
Ser professor é entrar cansado numa sala de aula e, diante da reação da turma, transformar o cansaço numa aventura maravilhosa de ensinar e aprender...
Ser professora é importar-se com o outro numa dimensão de quem cultiva uma planta muito rara que necessita de atenção, amor e cuidado.
Ser professor é ter a capacidade de “sair de cena, sem sair do espetáculo”.
Ser professor é apontar caminhos, mas deixar que o aluno caminhe com seus próprios pés...
 
Autor: Desconhecido

 
0

Dicas para trabalhar com alunos especiais.

Oi gente!
Aí estão 07 Dicas para auxiliar você em suas aulas com alunos especiais...


  • Alunos com dificuldade de concentração precisam de espaço organizado, rotina, atividades lógicas e regras. Como a sala de aula tem muitos elementos - colegas, professor, quadro-negro, livros e materiais -, focar o raciocínio fica ainda mais difícil. Por isso, é ideal que as aulas tenham um início prático e instrumentalizado. "Não adianta insistir em falar a mesma coisa várias vezes. Não se trata de reforço. Ele precisa desenvolver  a habilidade de prestar atenção com estratégias diferenciadas para, depois, entender o conteúdo", diz Maria Tereza Eglér Mantoan, doutora e docente em Psicologia Educacional da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp).

O ponto de partida deve ser algo que mantenha o aluno atento, como jogos de tabuleiro, quebra-cabeça, jogo da memória e imitações de sons ou movimentos do professor ou dos colegas.
  • Para culinária – use massas congeladas e deixe-os decorarem os biscoitos. Use receitas com ingredientes simples que eles gostem – pizza, torta, massas, legumes.
  • Para artes – selecione projetos que encorajem formas livres, como argila, pintura com os dedos, pastéis e colagens. A chave é a participação e exploração dos materiais.
  • Para ciências  – atenha-se ao básico, como água, plantas, animais, veículos, segurança e saúde. Estes são fatores no ambiente dos estudantes. Eles freqüentemente precisam de auxílio para aprender como enfrentar e interagir. As escolhas do currículo devem ser significativas para a sua vida diretamente.
  • Para música – Use a musicoterapia, canções, dança e ritmo par a criar uma atmosfera pacífica e feliz. Escolha canções com um tema positivo.
  • Para Estudos Sociais – Olhe mapas. Tenha convidados de outras nações que façam palestras. Concentre-se na comunidade e como interagimos em nossa comunidade local, nacional e global.
  • Para viagens ao campo – mantenha-as simples, seguras e bem supervisionadas. Tente torná-las uma extensão de sua zona de segurança. Encontre recursos com programas simples, organizados.
  • Para Geografia - as crianças podem exercitar a mente traçando no ar com o dedo o contorno de uma planície, planalto, morro e montanha. Também é importante adequar a proposta à idade e, principalmente, aos assuntos trabalhados em classe. Nesse caso, o estudo das formas geométricas poderia vir acompanhado de uma atividade para encontrar figuras semelhantes que representem o quadrado, o retângulo e o círculo.
Créditos: Como fazer tudo.
0

Jogos e brincadeiras.

"O professor não ensina, mas arranja modos de a própria criança descobrir".(Jean Piaget)

Sabemos da importância dos jogos para a aprendizagem dos alunos. Depedendo das necessidades dos mesmos alguns dão para ser colocados em prática com êxito.

 Boliche
Objetivo: Desenvolver noções de quantidade e seqüência numérica.
Resolver cálculos de adição.

Procedimento: Confeccionar um boliche com 12 garrafas pet, contendo a seqüência numérica de 1 a 12.
Ao apresentar o jogo os alunos irão se familiarizar com os numerais e em seguida, ao jogar, devem ser incentivados a contagem do número de garrafas que foram derrubadas.
  Ou, somar as garrafas que foram derrubadas , trabalhando assim com a adição.


Bom para trabalho com alunos com deficiência visual.

 DOMINÓ DAS CORESEste material é feito em madeira,medindo 4 cm de comprimento, 9 cm de largura e 1 cm de espessura. Cada peça possui duas cores. A pintura é feita com tinta lavável
Facilita a nomeação das cores, a discriminação visual e a correspondência um a um. As peças ampliadas permitem melhor manuseio aos alunos com dificuldade de preensão (faculdade de pegar ou agarrar). O material pode ser higienizado devido à tinta lavável.
Fonte: Laboratório de Educação Especial “Prof. Ernani Vidon”, Unesp, Marília, SP.
Adaptação: Rosimeire Francisco Tabanez

 
0

Primavera

O trabalho numa sala inclusiva é muito gratificante, apesar das dificuldades ainda encontrada. Está chegando a primavera e com ela a beleza das flores. Que tal, realizarmos um trabalho em grupo para construção do painel da sala. Eles vão amar!!!!!!!!!!!
Segue algumas dicas,  espero que gostem. E bom trabalho!!!!!!!!!!!!!!


0

Dinâmica do espelho

Muito boa essa dinâmica, para reflexão de como somos especiais- somos únicos!
 
Trabalhar características pessoais e traços de personalidade dos alunos.
Refletir sobre a importância de cada pessoa no grupo.

Material: 01 espelho dentro de 01 caixa.
Procedimento:
- Falem para os alunos, mostrando a caixa fechada: “Aqui dentro tem uma foto de uma pessoa muito importante para o grupo".
- Solicitem para um aluno olhar para dentro da caixa e dizer as características dessa pessoa, para que o grupo descubra quem é a personagem. Repitam a atividade com no máximo 5 pessoas, tendo em vista o fator tempo.

Observações:
Se alguém do grupo souber como funciona a dinâmica, ela não poderá participar e advirta para que não revele o resultado da dinâmica.
É comum as pessoas ficarem surpresas porque elas não esperam ver a imagem delas refletidas no espelho.
Peçam para que não revelem a identidade da pessoa, nem que há um espelho ao invés

de uma foto.
- Depois que todos os escolhidos por você ou voluntários falarem as características, perguntem: “De acordo com as características apresentadas, quem é a pessoa muito importante para o grupo?”
- Há respostas diferentes, quando não há atenção da turma para as afirmações apontadas pelos colegas. É comum alguns acharem que os colegas estão descrendo os traços pessoais do professor ou da professora. Porém, os mais atentos vão observar os contrastes das características e vão perceber que não se referem a uma mesma pessoa.
- Então, revelem o segredo da caixa, mostrando o espelho e falem que as características referem-se a pessoas diferentes, mas que igualmente elas são importantes para o grupo. Ressaltando a sua importância de como somos especiais.


0

Mensagens relacionadas a deficiência para ler e refletir...

Muito boa...........................

BEM VINDO À HOLANDA!

Depoimento de uma mãe que conta sua experiência de dar a luz uma criança com deficiência

Frequentemente sou solicitada a descrever a experiência de dar à luz a uma criança com deficiência. É uma tentativa de ajudar pessoas, que não tem com quem compartilhar essa experiência única, a entendê-la e imaginar como vivenciá-la.Seria Como...Ter um bebê é como planejar uma fabulosa viagem de férias para a Itália! Você compra montes de guias e faz planos maravilhosos! O Coliseu. O Davi de Michelangelo. As gôndolas em Veneza. Você pode até aprender algumas frases em italiano. É muito excitante.Após meses de antecipação, finalmente chega o grande dia! Você arruma suas malas e embarca. Algumas horas depois você aterrisa.O comissário de bordo chega e diz: -“BEM VINDO À HOLANDA!”“Holanda!? Diz você, o que quer dizer Holanda?!? Eu escolhi a Itália! Eu devia ter chegado à Itália. Toda minha vida eu sonhei em conhecer a Itália”. Mas houve uma mudança de plano de vôo. Eles aterrissaram na Holanda e é lá que você deve ficar.A coisa mais importante é que não te levaram a um lugar horrível, desagradável, cheio de pestilência, fome e doença. É apenas um lugar diferente. Logo, você deve sair e comprar novos guias. Deve aprender uma nova linguagem. E você irá encontrar um novo grupo de pessoas que nunca encontrou antes.É um lugar diferente. É mais baixo e menos ensolarado que a Itália. Mas, após alguns minutos, você pode respirar fundo e olhar ao redor... e começar a notar que a Holanda tem moinhos de vento, tulipas e até Rembrandts e Van Goghs.Mas, todos que você conhece estão ocupados indo e vindo da Itália. .. e estão sempre comentando sobre o tempo maravilhoso que passaram lá. E por toda a sua vida, você dirá: "Sim, era onde eu deveria estar. Era tudo o que eu havia planejado." E a dor que isso causa, nunca, nunca irá embora. Porque a perda desse sonho é extremamente significativa.Porém... se você passar a sua vida toda remoendo o fato de não haverchegado a Itália, nunca estará livre para apreciar as coisas belas muito especiais... sobre a Holanda.
(Emily Perl Knisley (1987)


DEFICIENTE, SINÔNIMO: EFICIENTE
Por que me chamas de Deficiente?Se sou eficiente...
Por que me chamas de Deficiente?Se não fico de braços cruzados...
Por que me chamas de Deficiente?Se venci todos os obstáculos...
Por que me chamas de Deficiente?Se amo a vida como ela é...
Por que me chamas de Deficiente?Se não desisto e tenho fé...
Por que me chamas de Deficiente?Se sou filho do mesmo pai seu...
Por que me chamas de Deficiente?Se somos iguais diante dos olhos de Deus...
Por que me chamas de Deficiente?Se sei amar...
Por que me chamas de Deficiente?Se sou amado...
Por que me chamas de Deficiente?Se é você quem fica desesperado...
Por que me chamas de Deficiente?Se faço o bem , ser olhar a quem....
Por que me chamas de Deficiente?Se tenho o que ninguém tem...
É fácil falar do fiz, porém é difícil fazer o que faço....
E você meu caro, ainda me chama de Deficiente???....
Felippe Oleias Vieira de Sousa (Blog: Espaço Educativo Vivendo e Aprendendo)

ORAÇÃO DE UMA CRIANÇA DEFICIENTE:

Bem aventurados os que compreendem o meu estranho passo a caminhar e minhas mãos atrofiadas.
Bem aventurado os que sabem que os meus ouvidos têm se esforçado para compreender o que ouvem.
Bem aventurados os que compreendem que ainda que os meus olhos brilhem, minha mente é lenta.
Bem aventurados os que olham e não vêem a comida que eu deixo cair fora do prato.
Bem aventurados os que com um sorriso nos lábios, me estimulm a tentar mais uma vez.
Bem aventurados os que nunca me lembram que hoje fiz a mesma pergunta duas vezes.
Bem aventurados os que compreendem que me é difícil converter em palavras os meus pensamentos.
Bem aventurados os que escutam, pois também tenho algo a dizer.
Bem aventurados os que sabem o que sente o meu coração embora não o possa expressar.
Bem aventurados os que me amam como sou, tão somente como sou e não como eles gostariam que eu fosse..
Fonte: "INFORMACIONES PARA PADRES DE NIÑOS Y JOVENES CON NECESSIDADES ESPECIALES"SERRANO, J.ª MARRERO, E.; BLAS. G; C; DE SANMERIDA-VENEZUELA, 1989.


HOMEM DE COR





( fala do preconceito...a pior deficiência)



Quando nasci eu era preto.

Quando cresci fiquei preto.

Quando estou doente fico preto.

Quando apanho sol fico preto.

Quando estou com frio fico preto.

Quando tenho medo fico preto.

Quando morrer ficarei preto.

Mas tu “homem BRANCO”,

Quando nasces és cor-de-rosa,

Quando cresces ficas branco,

Quando apanhas sol ficas vermelho,

Quando sentes frio ficas roxo,

Quando sentes medo ficas verde,

Quando estás doente ficas amarelo,

Quando morres ficas cinzento,

E ainda tens a lata de me chamar:"homem de cor!"

===========A MAGIA DA COMUNICAÇÃO


Havia um cego que pedia esmola em uma movimentada avenida.
Todos os dias passava por ele, de manhã e à noite, um publicitário que deixava sempre alguns centavos no chapéu do pedinte. O cego trazia pendurado no pescoço um cartaz com a frase:“CEGO DE NASCIMENTO UMA ESMOLA POR FAVOR”!
Certa manhã o publicitári teve uma idéia, virou o letreiro do cego ao contrário e escreveu outra frase.
À noite depois de um dia de trabalho perguntou ao cego como é que tinha sido seu dia.O cego respondeu, muito contente:
-Até parece mentira, mas hoje foi um dia extraordinário. Todos os que passavam por mim deixavam alguma coisa. Afinal o que é que o senhor escreveu no letreiro?
O publicitário havia escrito uma frase breve, mas com sentido e carga emotiva suficientes para convencer os que passavam a deixarem algo para o cego. A frase era:
“EM BREVE CHEGARÁ A PRIMAVERA E EU NÃO PODEREI VÊ-LA”.

A maioria das vezes não importa “o que” você diz, mas “como” você diz, por isso tome cuidado em como falar com as pessoas, pois isso tem um peso positivo ou negativo naquilo que quer dizer.
“Esta é a Magia da Comunicação”!  

Fonte: http://deficienciavisualsp.blogspot.com/2009/02/mensagens.html#comment-form